Já na segunda reunião, 56 entidades: de Profissionais Liberais, 22 Confederações de trabalhadores da iniciativa privada, Autônomos, das Forças de Segurança, Justiça e Organizações sociais.

Estimada a representação de mais 50 milhões de trabalhadores.

Compartilhe